segunda-feira, 1 de junho de 2015

Instinto de RAMBO.

Instinto de RAMBO.


Quem não gosta de toda uma saga de tanto sucesso que são os filmes da série RAMBO, o protagonista Jhon Rambo (Sylvester Stallone) um soldado altamente treinado em diversas áreas de combate que detona seus inimigos com alto grau de efetividade. Filmes de grande bilheteria e que fizeram história em sua época, e deram uma nova visão aos filmes de ação. Pois bem, mas o que este soldado dos cinemas tem a ver com a sobrevivência em situações hostis?  O que seria esse chamado instinto Rambo? Vamos entender.
De longa data temos pessoas que misturam ficção e realidade, e esse habito perigoso esta na consciência de muitos sobrevivencialistas e preparadores de diversas idades e classes que simplesmente não fazem uma análise obvia da fantasia para realidade. Estas pessoas tem uma ilusão de que tudo que é exibido na telinha e em outras mídias pode ser reproduzido na vida real, e ai esta o perigo. Estamos chamando de instinto de Rambo, pois muitos por ai estão achando que em uma situação de risco são capazes de como nosso personagem em questão vencer sozinho um exercito treinado ou sair vitorioso e ileso de uma briga com contra 4, 5 ou mais oponentes, ou acreditam que sobreviver na selva é como acampar no fim de semana. O nosso querido Rambo é só um dos heróis que muitos querem se espelhar na vida real, pois existem muitos outros que inspiram as pessoas, mas vamos voltar ao risco deste habito.
Pare e pense! Você acha realmente que em uma situação de combate é possível dar a “cara” como alvo para um (ou mais) atirador determinado? Você acha possível entrar em uma luta corporal e não sofrer nenhum golpe? Entrar em um combate violento com facas e não sofrer nenhum corte?...Pensou? Estas são apenas algumas das façanhas que pessoas com instinto de Herói acham quase 100% possíveis, mas que obviamente não são. Os filmes, seriados, alem de muita mídia disponível na internet estão cheias de fantasia e simulações que alimentam a mente de nossos amigos heróis de plantão. Quando na realidade recebemos todos os dias noticias e fatos que comprovam que experiência, treinamento e conhecimento não tornam ninguém um super homem, muito menos imune a danos e riscos em situações extremas. Treinamento, experiência e conhecimento lhe proporcionaram um percentual de vantagem com certeza, isso é fato consumado, porem ter a consciência e saber analisar a vantagem da situação é necessário, seria como dizer que sua maior arma é seu poder de pensar e analisar situações.  Saber tomar a atitude que menos lhe traga risco, que seja a mais plausível de sucesso, isso tanto em situações de combate como em situações de sobrevivência.  Os ditados “o melhor nadador morreu afogado” ou “de heróis o cemitério esta cheio” fazem todo sentido, saiba que em todas nossas guerras conhecidas da história haviam soldados altamente preparados e que em sua maior parte perderam a vida em combate ou perderam a vida para um inimigo chamado ambiente, sim a natureza os matou. Em situações de risco você terá opções, muitas ou poucas, mais arriscadas e menos arriscadas, combater ou entrar em fuga, rendição ou reação, etc.
Estar em uma situação de risco de vida ou dano não é brincadeira e nem é um filme que sempre termina em final feliz. Muitas pessoas se machucam ou perdem a vida por tomar atitudes idiotas em situações criticas, pessoas morrem tentando salvar outras tomando decisões erradas. Então antes de tentar ser herói ou se achar invencível, lembre que a adrenalina que lhe permite reações rápidas também pode fazer você tomar atitudes idiotas e fatais.
Bombeiros, militares, policiais entre outros são amplamente treinados em quando e como reagir em situações diversas de risco e ainda assim em alguns casos perdem suas vidas.
Antes de treinar suas técnicas, conhecimentos e fazer suas experiências, também fazer um estoque infindável de ferramentas e itens... reflita isto! Você esta preparado, mas sua consciência, seu cérebro estão preparados?
Para encargo de informação eu adoro os filmes de ação e gosto muito dos filmes do Stallone também, mas ele é um ator que interpreta um herói e eu sou sobrevivencialista que sabe distinguir a ficção da realidade.
Abraço a todos.

Fernando César Zimmermann 

Um comentário:

  1. Ola brother, gostei muito desta postagem sobre instinto de ramo vem muito a calhar nos dias de hoje.
    acompanho seu blog já faz um tempinho e um conteúdo que gostaria de ver é sobre os fatores em comum que excitem entre estes vários sistemas de autodefesa que prometem ser eficazes em situações de sobreviveria urbana.
    EX: Krav maga, SOTAI, Kombato, Abrampa, Kapap, Sytema Russo, Contato total português, etc.
    Todos prometem eficiências mais o que é verdade e o que é mentira e o que teles tem em comum no sentido estratégico e técnico.
    É só uma sugestão do que gostaria de ver como apreciador do seu blog.
    Obrigado

    ResponderExcluir